Carreira: Como fazer a gestão sem terceirizar.

Fazer gestão da sua vida profissional é uma atitude saudável para os dias atuais, e naturalmente para os próximos anos, considerando que o fator longevidade se faz amplamente presente como um fator importante em nosso planejamento de carreira.

A reforma da previdência atrelada a nossa capacidade de vivermos mais independente da nossa idade ou geração que compomos a Carreira, é um ativo que pertence ao profissional, embora ao olhar a preparação que as universidades realizam ainda é muito incipiente.

O olhar para carreira na grande maioria das vezes é cerceado pelo contexto onde o profissional está inserido, limitando assim, em grande parte a sua real responsabilidade e a responsabilidade da organização.

Qual é a sua responsabilidade em relação a sua carreira?

Alguns profissionais acreditam que simplesmente fazer o seu melhor será mais que suficiente, e fico bastante surpresa quando escuto isso e o resultado externo está distante do que o profissional deseja.

Entregar o melhor sem calibrar com as próprias expectativas e da organização pode ser uma grande planejamento para futuras frustrações, e consequentemente um resultado reduzido ou com pesar.

Então vamos começar pelo ponto mais relevante e decisivo em sua Carreira: O que efetivamente te faz feliz fazer?

Infelizmente muitos ouviram que ganhar dinheiro e ser feliz é quase impossível, e essa colocação altamente nociva, ainda envolve o Mindset das novas gerações como herança, e escutam isso muitas vezes, pois possivelmente é algo que muitos pais fizeram, acreditando ser o melhor.

O melhor para você realmente curtir e cuidar desse ativo, é fazer algo que te faça feliz, afinal o tempo que dedicamos a nossa carreira é muito significativo para dedicar a algo que gostamos “mais ou menos” ou, que consideramos ser exclusivamente fonte de receita.

E para você ser um gestor da sua Carreira atualizado, uma das competências listadas como decisivas no século 21 pela Unesco é Ser Feliz! Acredito que toda motivação estará disponível quando você estiver conectado de forma profunda com sua atividade e os benefícios que ela traz para você ao desenvolvê-la.

Caso você tenha uma Carreira que te faz pouco feliz, antes de se desesperar, respire e saiba existe solução! Você está num momento em que todos os profissionais atuantes têm a oportunidade de ter mais de uma carreira, e você pode iniciar seu plano de mudança com lucidez e maturidade para ser Feliz e um profissional do século 21!

Segunda decisão importante para gerir bem esse ativo: O que é importante para que você desenvolva sua Carreira com felicidade? Quais valores ou critérios são essenciais para que todos os dias sua vida profissional tenha sentido?

Valores são verdadeiros combustíveis para a realização de um objetivo, considerando que há um objetivo ao realizar sua carreira, transformar algo, agregar novas possibilidades, construir ou desenvolver na área escolhida pilares que serão extremamente valiosos para chegar ao resultado.

Existe uma pasteurização de objetivos e valores dentro da vida corporativa, que quando observamos as competências para o século 21, encontramos um desafio para gestão da Carreira que solicita maior autenticidade para construir ressaltos sólidos, e por parte da organização ser mais singular e objetivo em sua Cultura Corporativa curiosamente para ser mais atraente a maiores números profissionais.

Requer rever valores e a forma de aplicá-los, bem como repensar seu modelo de gestão quando nos deparamos com uma competência importante no século 21, que é a Co-criação e confesso aqui que em meu trabalho, toda vez que vocalizo essa palavra aos meus clientes, mesmo no nível estratégico Board e Conselhos, há um desconforto afinal a Colaboração ainda é um mito ou uma palavra da moda sem grande eco.

Vale lembrar que essa tal colaboração é outra competência para os profissionais e organizações do século 21! Nem vou ousar falar aqui hoje sobre colaboração e co-criacão com diversidade, seria realmente algo ainda muito desafiador de se pensar! Basta olharmos o número de mulheres nos Boards e Conselhos, mas esse é um tema para outra pauta, vamos anotar e retornar em breve, até porque assume a missão em compor no Brasil, a iniciativa dos 30% Club e os dados são espantosos em nosso País.

Dito isso como talvez uma complexidade diante de “tanta modernidade”que desejamos no Brasil,  podemos falar que saber quais são os valores importantes para que sua Carreira traga Felicidade é um exercício individual e importante de fazer, para ser um excelente gestor dessa ativo.

O próximo passo é calibrar o que o ambiente onde você está inserido corporativamente tem de expectativas para sua contribuição, quais são as perspectivas presentes e futuras. E aqui temos um ponto sensível grande parte das organizações desenvolve esse projeto de forma organicamente estruturada e com metas, métricas, mensuração transparente objetiva e com flexibilidade.

Fazer uma comunicação estratégica considerando que, quanto mais tecnologia tem mais os Talentos Humanos é essencial, e que as competências do século 21 trazem desafios para as organizações serem colaborativas para serem mais e mais competitivas de uma forma diferente.

Assim, quando você começa a gerir sua Carreira, irá de forma muito gentil colaborar com o desenvolvimento das organizações e sua forma de estar, pensar e desenvolver-se, como uma aliança de fato colaborativa e de co-criação!

Para avançar no próximo passo da gestão, sua Time Line profissional pode ser pensada com uma visão de 30 a 40 anos. Sei que talvez você me ache exagerada em propor sua visita ao Futuro, porém quero te adiantar que o real sucesso começa no Futuro, essa é a única forma de ter um presente promissor, com uma visão clara de realização no Futuro!

Então me diga: Qual será o futuro brilhante que você deseja para sua carreira ao longos do próximos 40 anos?

Márcia Dolores Resende