Gestão de Pessoas: Você tem essa competência?

Estou tão motivada com a lista das competências para 2020, segundo o Fórum Econômico Mundial, talvez por saber que quando há um órgão chancelando um tema ou conduta temos a tendência em considerar a questão com compromisso.

Pensando de forma otimista, temos pela frente um semestre antes de adentrarmos em 2020, para refletir e agir para o seu desenvolvimento em nossa prática como Gestor.

Vamos fazer uma rápida projeção de futuro em 10 anos. A gestão de pessoas será uma competência altamente relevante, considerando a sofisticação dos avanços tecnológicos que tornarão os talentos humanos um grande ativo, onde a gestão de pessoas irá refletir diretamente no Business.

Com algumas variáveis como atrair e manter os profissionais engajados e habilidosos, formar times colaborativos, construir um ambiente onde a troca signifique ganho e gerenciar profissionais com diversidade cultural e de gênero.

Todos esses desafios se destacarão com novas gerações chegando, com um olhar ávido em congruência da fala e atitude, com oportunidade de aprender em ambientes colaborativos e com uma vida simplificada materialmente, onde o dinheiro adquire um novo valor.

Desta forma, será realmente essencial aproveitar o semestre ainda em 2019, para desenvolver e testar sua competência: Gestão de Pessoas.

Então podemos pensar: o que faz um excelente gestor de pessoas?

Primeiramente, ele gosta de gente, de verdade sem afetação ou fake feeling, o simples aqui é mais!

Basta apreciar lidar com gente, pois habitualmente um excelente gestor sabe que ao lidar com pessoas, quando desenvolve um profissional, está se desenvolvendo também!

Outra habilidade valiosa que compõe a gestão de pessoas é saber ouvir mais do que falar. Ser hábil em ouvir e respeitar pontos de vista diferentes e avaliar o que é melhor para organização sem se apegar ao Ego ou a Vaidade, essa é uma grande expressão de poder inspirador para a gestão.

Aproveitando que adentrei em poder inspirador vamos abordá-lo, afinal é uma capacidade que faz  um gestor ser diferenciado ao lidar com pessoas.

A consciência é que o poder é útil como ferramenta para chegar ao melhor resultado unindo interesses e pessoas. Reconhecendo o valor e poder de realização dos profissionais, sem sentir-se desconfortável diante de profissionais que se destacam, sem competir ou desqualificar para mostrar “poder”, afinal todos estão dedicados ao mesmo objetivo!

Agora vale falarmos da humildade, que é um recurso especial de gestores excelentes na gestão de pessoas. São curiosos em aprender com as pessoas e nas interações, desprovidos da necessidade de mostrar que sabem mais do que os demais.

Possuem a serenidade com liberdade para rever suas posturas sendo capaz de voltar atrás ou, simplesmente, diante de uma situação desconhecida buscar conhecimento.

Esses gestores sabem que ser humano com simplicidade também constrói confiança, pois seus colaboradores sentirão que há espaço para mostrar inabilidades e com elas aprenderem a desenvolver-se para crescer.

Podemos falar agora de um quesito que é indispensável ao gestor que é hábil na gestão de pessoas: ele desenvolve em seus relacionamentos a empatia que é diferente da simpatia. Proporciona a compreensão do MindSet, assim como as crenças e valores dos seus colaboradores sem o julgamento binário. Essa forma de construir as relações gera confiança, que é um pilar essencial para uma relação com o gestor.

A comunicação ocupa um papel decisivo. Saber utilizar as palavras com transparência e respeito é uma preciosidade no universo corporativo. A comunicação influenciadora é aquela onde existem objetivos comuns, empatia e respeito com a diversidade seja ela cultural, de gênero ou apenas de um ponto de vista diferente.

Diferente de “falar muito”, saber falar é a chave para a excelente gestão de pessoas. Quando um gestor desenvolve essa habilidade, é possível ser transparente e tratar todos os assuntos com dignidade, tanto em uma promoção quanto em um desligamento, são experiências que terão um valor de desenvolver o profissional com seriedade e compromisso!

Então, agora você pode avaliar se tem interesse como profissional em desenvolver a competência gestão de pessoas, isso é, caso queira garantir seu espaço nos próximos anos como um bom gestor!

 

Márcia Dolores Resende.